A Coca-Cola Brasil, em parceria com a FIFA, será a responsável pela ação de gerenciamento de resíduos sólidos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™. A ação, que teve como teste a Copa das Confederações da FIFA 2013, quando 70 toneladas de material foram destinadas à indústria de transformação, será realizada nas 12 cidades-sede do mega evento. Para garantir a excelência do projeto, a empresa irá treinar toda a equipe de catadores que trabalhará durante os jogos, realizando o Treinamento para Gestão de Resíduos nos Estádios da Copa do Mundo da FIFA™. Ao todo, serão 840 catadores capacitados. O Rio de Janeiro recebeu o treinamento, nesta quinta-feira, dia 10, no Golden Tulip Regente (Avenida Atlântica, 3716 – Copacabana).

rj_catadores2

Durante a Copa do Mundo todo o lixo sólido produzido nos estádios será coletado e encaminhado à reciclagem nas cooperativas apoiadas pela Coca-Cola Brasil participantes do projeto Coletivo Reciclagem, que oferece suporte para a gestão e capacitação em 400 cooperativas em 22 estados. No Rio de Janeiro, todo o material coletado no Maracanã será destinado a Rede Movimento, que tem 34 cooperativas associadas. A estimativa é que sejam produzidas cinco toneladas de resíduos passíveis de reciclagem a cada partida da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™.
O curso teve uma carga horária de 4h e nas aulas os catadores aprenderam como manusear os equipamentos que serão utilizados durante o Mundial. Eles foram treinados também sobre a dinâmica de trabalho dentro do estádio, além de terem recebido informações sobre segurança e questões comportamentais.

 Michel Davidovich, vice-presidente e diretor-geral da Coca-Cola Brasil para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™

Michel Davidovich, vice-presidente e diretor-geral da Coca-Cola Brasil para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™ fala sobre a importância dos catadores.

“Avaliamos a experiência realizada na Copa das Confederações de forma bastante positiva e, em parceria com a FIFA, resolvemos levar a ação para as 12 cidades-sede. A participação dos catadores foi fundamental para o resultado. Pensando na Copa do Mundo, decidimos ir além e contribuir também para o crescimento profissional e pessoal desse grupo. Por isso, criamos o Treinamento para Gestão de Resíduos nos Estádios da Copa do Mundo da FIFA™”, explica Michel Davidovich, vice-presidente e diretor-geral da Coca-Cola Brasil para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™.

Copa do mundo, reciclagem

Victor Bicca, Diretor de comunicação e sustentabilidade da Coca- Cola e Michel Davidovich posam para foto com o mascote Fuleco e representantes das cooperativas de catadores do Rio de Janeiro.

A iniciativa da Coca-Cola Brasil tem o objetivo de estimular a expansão da coleta seletiva de lixo urbano nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014™. A reciclagem de resíduos está prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída em 2010, que cria normas para a coleta, o destino final e o tratamento de lixo urbano e industrial, entre outros.
Todas as ações da Coca-Cola durante a Copa das Confederações da FIFA e da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™ serão baseadas nos três legados que a companhia pretende deixar para o País com o evento: reciclagem, comunidade e vida ativa.

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.