Nessa vida, tudo é feito de ciclos. Até os espaços e ocupações da cidade passam por essas fases – valorizam, desvalorizam, são esquecidos, são reencontrados, ocupados, ganham vida – e quando você menos percebe, todo um pólo cultural e artístico está sendo criado em torno de algo que até então estava abandonado. Isso tem acontecido bastante aqui pelo Rio, em prédios e espaços que estão sendo revitalizados pela cidade. Lá na Região Portuária, por exemplo, tem um monte. E, lá perto, na Antiga Fábrica da Bhering, o que era um antro de delícias (leia balas e chocolates) e ficou um tempão sem funcionar, hoje virou um  espaço que reúne um monte de empresas interessantes e variadas, com negócios que são voltados pra criatividade e pro design, além de ateliês de artistas que estão começando e já fazendo o maior sucesso. Vira e mexe rolam eventos bacanas lá, como o Fábrica Aberta, que a gente já falou por aqui.

Conexão Rio_Bhering_foto de Felipe Pilotto (1) (1)

Foi nesse ambiente de descontração e pulsação de criatividade que o pessoal da Conexão Rio escolheu montar o seu novo escritório pra se unir nesse que vem sendo uma bela vitrine atrativa da fábrica. “Uma agência de eventos que liga a paixão do Rio à necessidade do seu negócio” é como eles se descrevem. Pra isso, eles criam, produzem e gerenciam eventos e ações de branding que nascem de um diálogo direto com o cliente e resultam em ações cheias de personalidade e originalidade.

Conexão Rio_Bhering_foto de Felipe Pilotto (2)

E o espaço lá na Antiga Fábrica da Bhering só veio para somar nesse processo: “A proposta central do projeto de reforma era tornar nosso espaço uma vitrine do nosso trabalho, mostrando não só um ambiente de design e estilo, mas também como trabalhamos de forma descontraída”, conta Lula Duffraneyer, sócio diretor da Conexão Rio, “A ideia foi valorizar a estrutura do local, destacando as vigas aparentes, a parede de tijolos que descobrimos durante a obra e o clima de loft existente na Bhering”. Ele conta que, por conta do trabalho da equipe ser sempre muito participativo o espaço caiu como uma luva nessa integração onde as áreas estão juntas.

Conexão Rio_Bhering_foto de Felipe Pilotto (5)

Junto do arquiteto Fábio Gonçalves, foi Lula (que estudou Design de Interiores) quem fez a planta e o projeto que deu vida ao escritório. Toda a decoração do espaço foi opcionalmente feita só com móveis reformados, de segunda mão. Percorreram brechós, casas de móveis antigos, leilões de máquinas e peças industriais… “Tudo isso para termos um clima mais aconchegante, de casa!”, coloca Lula, que bem sabe quão aconchego as certeiras cortinas, almofadas e aromatizantes de ambientes podem trazer. Tudo isso, inclusive, acaba sendo apresentação do trabalho desses cariocas que vivem pensando em soluções de design e de criatividade para oferecerem aos seus clientes. O escritório recém inaugurado mostra bem isso. E deixa claro que ciclos quando bem aproveitados influenciam toda uma história.

Conexão Rio_Bhering_foto de Felipe Pilotto (8)

O seu endereço de e-mail não será publicado.