Eis que uma simples mesa de madeira vira uma linda obra de arte. Ou então, o canto de um banheiro passa a dar todo o charme daquele cômodo. Ou ainda, a lareira ganha um toque especial só por ter uma peça de azulejo pendurada sobre ela. Às vezes, detalhes passam despercebidos. Outras, fazem tanta diferença que deixam de ser detalhes para se tornarem protagonistas daquele contexto todo. Bem, o trabalho de Viannita Barcellos se encaixa exatamente nessa categoria. Ela, que nasceu em Belo Horizonte mas desde 2003 mora na Cidade Maravilhosa, é artista de mão cheia que encontrou na arte da azulejaria uma maneira de se expressar – e deixar cantinhos muito mais charmosos.

Vinnita Bercellos e seus azulejos

Viannita é formada em medicina veterinária e por muito tempo trabalhou nas fazendas da sua família nessa área. Só que ela tinha um gosto muito grande pela pintura desde a sua adolescência e nunca deixou de colocar em prática esse hobby que a dava tanto prazer. Gostava de aventurar sua arte usando suportes como porcelana e vidro. Até que do laço que criou ao longo da vida com Portugal, se viu descobrindo uma nova possibilidade de arte, tão antiga e tão contemporânea ao mesmo tempo: a pintura em azulejos. Ou azulejaria. Começou a experimentar e quando viu, estava produzindo obras maiores que já nasciam com a função de decorar.

Vinnita Bercellos e seus azulejos

Era tudo na base do amor e da intuição – e super dava certo. Só que a coisa podia ficar ainda melhor. E ficou. Era 2012 quando ela foi para Lisboa, lugar que a inspirou a começar a pintar em azulejos, para estudar e aprender a técnica de tudo aquilo que vinha fazendo. Na volta, não teve mais jeito: montou seu atelier na sua casa, em Ipanema, e desde então vem criando verdadeiras obras de arte decorativas. “Eu importo todas as tintas lá de Portugal porque a qualidade delas é muito superior às nacionais”, ela conta.

Vinnita Bercellos e seus azulejos

É de lá que vem as maiores inspirações de Viannita. Em 2014, a mineira-carioca fez sua primeira exposição de painéis de azulejos. Nas suas palavras, “Pintei motivos largamente pintados nesse país no século XVIII, o século do azul e branco”. Passado um ano, ela apresentou novamente suas criações, que dessa vez eram resultado de uma mistura dessas peças clássicas com um toque de Brasil Tropical: “As volutas portuguesas ganharam pássaros e frutas brasileiras junto de si”, ela resume. Para próxima coleção, Viannita vem pensando em fazer mesas, cachepots e outras peças decorativas, sempre em azulejo. E, claro, as encomendas não param de chegar e ela desenvolve peças exclusivas pra aquilo que os clientes querem. É aquela coisa: fazendo o que realmente ama, o trabalho de Viannita é a verdadeira prova de que detalhes podem, sim, ser protagonistas e dar um toque especial para qualquer ambiente.

Vinnita Bercellos e seus azulejos

O seu endereço de e-mail não será publicado.