Todo brasileiro é, de alguma forma, um pouco indígena. Tá no sangue, na cultura, na história. Não à toa, todo dia 19 de abril é comemorado o dia do índio, como forma de reconhecimento a esse povo que é tão importante para a formação da cultura brasileira e ainda vive lutando por seus direitos. A data é marcada desde 1943, quando o então presidente Getúlio Vargas seguiu as recomendações do Congresso Indigenista Interamericano e celebrou a data.

Dia do Índio no Parque Lage

E esse ano, a comemoração aqui no Rio vai ser em um dos espaços mais adequados possíveis: no meio do mato, entre as árvores e ar puro do Parque Lage. O evento, que está programado para começar às 10h do sábado, é organizado pela Associação Indígena Aldeia Maracanã em parceria com a a Secretaria de Estado e Cultura do Rio e com a Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Melhor ainda: as atividades vão acontecer dentro da grande Oca que foi construída por índios do povo Huni Kuin, do Acre, e também ao lado do palacete da EAV.

Dia do Índio no Parque Lage

Serão várias atividades culturais que reunirão representantes de mais de 12 diferentes povos indígenas desse Brasilzão. Vão rolar apresentações de rituais, danças e cantos indígenas, pintura corporal, contação de histórias, exposição e venda de artesanato indígena. Isso sem falar na mostra de cinema Guarani, que vai trazer curtas e médias-metragens que trazem como ponto central a questão e vida indígena. Entre eles, o Bicicletas de Nhanderu, de Ariel Duarte Ortega e Patrícia Ferreria, que ganhou o Prêmio Cora Coralina no XIII FICA, em 2011.

Dia do Índio no Parque Lage

Parque Lage
Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico
Das 10h às 17h
Entrada gratuita

O seu endereço de e-mail não será publicado.