Contagem regressiva! Com o tempo voando do jeito que ele está, é piscar e ver que chegou a hora de recebermos os Jogos Olímpicos, o evento esportivo mais antigo do mundo. Se pestanejar um pouco, dá pra se perder nesse relógio rápido que está rolando e achar que, de fato, os jogos já estão rolando. É que entre os dias 15 e 19 o Maracanãzinho vai ficar em clima de Olimpíadas: vai rolar o segundo dos 44 eventos-teste que compõem o programa Aquece Rio. A ideia é justamente essa: fazer um verdadeiro aquecimento pra esse evento tão especial. O primeiro deles rolou em agosto do ano passado, quando a Regata Internacional de Vela foi realizada na Baía de Guanabara e serviu como lição para fatos que precisam ser melhorados.

Maracanãzinho recebe Final da Liga Mundial de Vôlei

Dessa vez, o Maracanãzinho, casa do voleibol desde a sua inauguração, vai ser palco desses ensaios. “Vamos começar testando grande”, diz Luiz Augusto, gerente-geral de Instalação do Complexo do Maracanã. É que de quarta feira até domingo vai rolar a etapa final da Liga Mundial de Voleibol. “É um megaevento, o mais importante do calendário anual do esporte, com as seis melhores seleções do mundo”, completa Luiz. No dia 15, o Brasil enfrenta a França e a Servia enfrenta a Itália. Dia 16 Brasil e Estados Unidos entram em campo juntos e a Polônia joga contra a Itália. No dia seguinte, dia 17, é vez de Estados Unidos e França se cruzarem e da Polônia encarar a Sérvia. Depois disso, as semifinais rolam dia 18, no sábado e no domingo o bronze e o ouro serão disputados.

Maracanãzinho recebe Final da Liga Mundial de Vôlei

O evento é organizado pela Federação Internacional de Voleibol e o Comitê Rio 2016 cuidará da área de competição (o que inclui os exames de doping, os eventos de entretenimento do público e a tecnologia de resultados), além da montagem da quadra propriamente dita. Luiz Augusto lembra que o evento pertence à Federação e que, portanto, a atuação do Comité é parcialmente limitada “Mas nossa preocupação é aproveitar bem a oportunidade para treinar 23 funcionários de seis áreas diferentes da empresa, 41 parceiros e 35 voluntários, os quais passarão por uma visita detalhada pela instalação antes do torneio”, ele conta.

Maracanãzinho recebe Final da Liga Mundial de Vôlei

No total os 44 eventos-teste devem reunir cerca de 7 mil atletas e 12 mil voluntários. O nome Aquece Rio diz tudo, como lembra o gerente-geral do evento, Delphine Moulin: “É um aquecimento. Os atletas e o público precisam saber que estamos ensaiando para fazer bonito nos Jogos”. Ele conta que o evento de vela do ano passado cumpriu seu papel de testar a integração entre os parceiros do governo e a operação interna do Comitê. “Aprendemos muito, faremos melhor agora e melhor ainda nas próximas vezes”, ele diz.

Fotos: Reprodução.

O seu endereço de e-mail não será publicado.