Era 2003. Havia três anos que o BrazilFoundation tinha sido criado, lá em Nova York, por brasileiros que moravam fora e que carregavam no peito muito amor e vontade de deixar o Brasil melhor. A ideia era investir recursos em projetos sociais de organizações da sociedade civil que promovessem desenvolvimento e transformassem realidades sociais por aqui. Nessa época, nossa Lilian Pieroni morava lá em NY e acompanhou de perto essa movimentação do bem. No dia 24 de setembro de 2003 ela estava lá, junto de outras 370 pessoas, reunida no Primeiro Gala Anual da BrazilFoundation, que rolou no University Club e foi especial a ponto de ter Gilberto Gil cantando nos palcos do evento.

Lilian PIeroni no primeiro Gala Anual, em 2003

Lilian Pieroni e Carlos Miele no primeiro Gala em 2003

E daí é aquilo: o que começa sendo sucesso carrega energia boa pra sempre. Desde então, a ONG já arrecadou mais de 30 milhões de dólares e apoiou mais de 400 projetos sociais de pequenas e médias organizações sociais de 26 estados brasileiros nas áreas de educação, saúde, direitos humanos, cidadania e cultura. Eles atuam através de apoio em iniciativas da sociedade civil que proponham soluções criativas e diferenciadas para os desafios enfrentados por comunidades de todo o país, sempre com uma perspectiva participativa que estimula o protagonismo local, “Para garantir a aplicação eficiente dos recursos e ajudar comunidades a tomarem as rédeas do seu próprio desenvolvimento”, como eles colocam.

BrazilFoundation: ajudando a melhorar o Brasil

Basicamente, todo ano eles lançam um edital para selecionar projetos inovadores que serão contemplados com um ano de apoio financeiro e técnico realizado pelo capacitado pessoal da BrazilFoundation. Além disso, eles tocam o programa Doação Recomendada, que já direcionou recursos para 95 ONGs brasileiras indicadas por doadores dos EUA e do Brasil. Claro, isso depois de uma cuidadosa análise sobre as ações e valores das ONGs. E, com todo esse expertise e conhecimento sobre várias causas e formas de atuação, eles criaram também o Banco de Projetos, uma ferramenta que reúne organizações e projetos que vêm fazendo a diferença para que doadores possam apoiar aqueles que já passaram pelas mãos da Fundação e que apresentaram resultados sólidos e muito sucesso no que se propõem. E, ah, eles cuidam também do Fundo Carioca, iniciativa que mobiliza recursos para investir em projetos de organizações da sociedade civil do Rio que apoiem jovens entre 14 e 24 anos na conclusão do ensino médio, qualificação técnica/profissionalizante e inserção no mercado de trabalho.

BrazilFoundation: ajudando a melhorar o Brasil

Tudo isso é feito com o maior amor e os recursos que possibilitam tanta ação vêm de doações de pessoas físicas, profissionais brasileiros estabelecidos nos EUA, americanos interessados no Brasil e empresas nacionais e multinacionais. Mais do que isso, todo ano eles organizam o Jantar de Gala, evento que Lilian compareceu na estreia e que é a principal forma de geração de renda para  Fundação. O Jantar de Gala desse ano, inclusive, está para rolar: vai ser dia 17 de setembro e terá como tema, vejam só, o Rio de Janeiro!
O Gala em São Paulo

A ideia é dar visibilidade para essa cidade maravilhosa, tão cheia de encantos e belezas mil, mas que ainda sofre com muitos desafios relacionados à temas básicos, como saneamento básico, segurança pública, educação e saúde. No aniversário de 450 anos da cidade e ano em que todos os olhos estão se direcionando pra cá por conta das Olimpíadas do ano que vem, nada melhor do que mobilizar a comunidade internacional em apoio ao desenvolvimento de projetos que valem a pena. Fernanda Lima será mestre da cerimônia, que homenageará Andrea Dellal e Pierre Lacaze. As apresentações ficarão por conta de Fernanda Abreu e do Dream Team do Passinho. Para mais informações e para comprar seu convite, vem aqui.

Fotos: Reprodução.

O seu endereço de e-mail não será publicado.