7ª Edição do Festival Celucine de Micrometragens 2016 anuncia finalistas e realiza premiação

12 de dezembro de 2016

Quase 400 filmes foram inscritos na 7ª edição do Festival Celucine de Mocrometragens na edição de 2016. Idealizado em 2008 pela Associação Revista do Cinema Brasileiro em parceria com a Oi/Oi Futuro, o festival já conta com mais de 1.500 filmes em seu acervo de participantes. A iniciativa tem o objetivo de incentivar a criação, produção e difusão de conteúdos audiovisuais e a premiação dos ganhadores será realizada no dia 15 de dezembro, às 19 horas, no Oi Futuro Ipanema, com entrada gratuita.

Participaram do festival nesta edição 376 filmes, sendo: 27 filmes de animação, 262 de ficção e 87 filmes documentários de várias localidades do Brasil e países de língua portuguesa. Todos com tema livre com duração de trinta segundos até três minutos, gravados exclusivamente em plataformas digitais, como câmeras de celulares e câmeras digitais. “O festival foi pioneiro das plataformas digitais ao estimular o próprio usuário a ser o criador do próprio conteúdo, e ainda de incentivar esse criador a entrar no mercado audiovisual. Vários ganhadores de prêmios das edições anteriores hoje trabalham no mercado de cinema nacional como diretores e roteiristas”, conta o idealizador do festival Marco Altberg.

FLYER CELUCINE 2016 V9

A apresentação dos filmes finalistas e premiação serão apresentados pelo diretor, ator, roteirista e artista plástico carioca, Ricardo Chreem. O vencedor de cada categoria receberá o prêmio de R$ 4.000,00 (quatro mil reais), após votação do júri oficial formado pela atriz Natália Lage, o ator e diretor Roberto Bomtempo e o cineasta e membro do Conselho Federal da BRAVI (Brasil Audiovisual Independente) Marco Altberg.

Além de revelar vários talentos, o festival já teve a participação de grandes nomes participando como jurados, Sérgio Bloch, José Wilker, Selton Melo, a escritora e colunista Córa Ronai, Dira Paes, o músico Paulinho Moska e o crítico de cinema Marcelo Janot. E ainda parcerias internacionais como o cineasta Mário Bastos, de Angola e David Rebordão, de Portugal.

Além dos prêmios oficiais de tema livre inscritos nas categorias acima, a Certisign, Patrocinadora Máster do Festival, que fez 20 anos em 2016 oferecerá um prêmio especial em cada categoria para quem fizer a melhor viagem para 20 anos atrás.

Maquiagem

Maquiagem

Finalistas

Categoria ficção:

  • #bolaprafrente, DE EVANDRO MANCHINI (RJ)
  • 8. DE SAMUEL MOREIRA (ITAJAI, SC)
  • Lata, de Leandro Martins
  • Tem Wifi?, de Coletivo (Triunfo-Pe)
  • CORRER É OLHAR E FLUTUAR, DE NIRA LIMA (RJ)

Categoria Documentário:

  • AQUELE 31 DE MARÇO, DE DANIEL MATA ROQUE
  • Erildo, de Douglas Guedes
  • Filhas da Síria, de William Gomes, Sthefany Fernanda, Juliana Passador e Igor Rechenberg
  • O silêncio de sua viagem, de Armando Lima
  • Não há nada escrito na testa além do amor, de João Lima

Categoria Animação:

  • Uma Mente Brilhante, de Rafael Jardim ( Rj)
  • Preserve, de Rodrigo De Azeredo (Rs)
  • Interrogatório, de Raul Fontoura (Rs)
  • A Bolha, de Rafael Rauedys
  • Katabasis, de Francisco Catão (Df)

Encontros da cidade

Serviço:

Festival Celucine de Micrometragens
Realização:
Associação Revista do Cinema Brasileiro

Premiação: 15 de dezembro

Horário: 19 horas

Local: Oi futuro Ipanema

Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 54

www.facebook.com/Festival.Celucine

Entrada gratuita

Sigam @cariocadna no Instagram

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Web development Somar
|
Design Radiográfico