Honestamente, não tem como não repetir: a gente ama muito a cidade maravilhosa! Moramos simplesmente na cidade que tem a maior floresta urbana do mundo. Isso significa poder respirar ar puro, trilhas para esquecer que você está na segunda maior cidade do Brasil, cachoeiras para refrescar e renovar a energia, quando precisar. Por aqui, a gente já fez um guia com algumas das melhores trilhas disponíveis para os cariocas de alma e coração. Agora, vamos fazer um compilado com as melhores cachoeiras, para você fugir e se refrescar. Porque é aquilo: para nossa sorte, no Rio, temos um pouquinho de verão durante o ano inteiro!

Cachoeira dos Macacos: O acesso é feito pela Estrada Dona Castorina, aquela que leva à Vista Chinesa, lá na altura da represa do Horto. Em 15 minutos de caminhada deixando o carro na Estrada, você encontra uma queda com 20 metros de altura e uma piscininha natural cercada de matas e pedras.

Cachoeira dos Macacos

Cachoeira dos Primatas: Você chega até ela através da Rua Sara Vilela, lá no Jardim Botânico. A trilha que leva até ela tem duas cachoeiras: a primeira, com um poço delicioso para banho; e a segunda, a principal, tem uma queda de água bastante generosa que brota entre duas pedras. Dá pra ficar melhor: é possível avistar a Lagoa Rodrigo de Freitas de lá!

Cachoeira dos Primatas

Cachoeira da Gruta: Para chegar lá, pegue a Rua Pacheco Leão, subindo até a Estrada Dona Castorina, pertinho do Portão dos Macacos. A queda d’água sai de uma fenda na pedra em uma gruta, eis o porquê do nome. Localizada no Parque Nacional da Tijuca, há várias pedras em que é possível se sentar e curtir o visual.

Cachoeira da Gruta

Cachoeira das Almas: Saia próximo ao Centro de Visitantes do Parque Nacional da Tijuca e caminhe por uma trilha quase plana, com poucas subidas, até chegar nessa refrescante queda d’água de quatro metros de altura. A trilha vai beirando o Riacho das Almas passando por uma área preservadíssima da floresta. Se quiser continuar, a mesma trilha te leva ao Mirante Excelsior.

Cachoeira das Almas

Cachoeira do Horto: É provável que essa queda d’água de 20 metros de altura seja uma das mais conhecidas do rio. A água desce encravada em duas rochas e termina formando uma pequenina e deliciosa piscina natural. Para chegar lá, suba pela Rua Pacheco Leão, no JB, e depois pegue a Estrada Dona Castorina até o Portão dos Macacos.

Cachoeira do Horto

  • celso isaias

    22 04 2016

    beleza sem igual imagine você neste lindo lugar,neste calor de fritar ovo no asfalto

O seu endereço de e-mail não será publicado.