Existem várias formas de se entregar. Nina Benchimol é uma carioca que sabe como poucos receber essa entrega. Quase que diariamente ele recebe pessoas que fecham os olhos, deitam no chão e recebem pinceladas coloridas sob seu corpo. É tudo parte do Arte Vivah, projeto pessoal cheio de beleza que ela desenvolveu e vem ganhando cada vez mais admiradores. Trata-se de uma pintura corporal instintiva. Instintiva porque ela não planeja nada, nadinha. “Tudo acontece no momento dos encontros, a partir da energia daquele momento os desenhos vão surgindo”, ela conta. As cores também vem nesse balanço energético e acabam se encaixando perfeitamente na situação.

Arte Vivah 3

Encontramos Nina em uma manhã ensolarada no cantinho do Leme para testar essa experiência sensorial onde, como ela mesma gosta de dizer, “O estético é apenas consequência do encontro e da energia dele”. E, de fato, fechar os olhos e ir sentindo pincelada por pincelada tocarem sua pele é um processo profundo e cheio de sentido. Quase uma leve massagem que toca mais fundo. “Costuma ser um processo terapêutico tanto pra mim quanto pra quem é pintado”, ela reflete, “O foco aqui não é a pintura em si, mas as sensações que aquilo gera nas pessoas”.

Arte Vivah 2

Nina tira inspiração de pinturas indígenas e usa e abusa do colorido para dar o toque especial do momento. Geralmente as sessões acontecem no meio do mato, em sua maioria no lindo e inspirador Parque Lage. Mas a ideia é extravasar esse conforto e começar a pintar no meio do processo de caos da cidade, como em ruas e avenidas movimentadas. “Eu usaria fones de ouvidos para conseguir me conectar e estou em busca de uma maca que seja fácil de ser levada para as pessoas deitarem”, ela explica.

IMG_9282

E uma coisa importante: pintura corporal é para todos! Nina faz questão de frisar que não existe processo de seleção nem nada disso. “Meu desejo é pintar qualquer pessoa que tenha vontade de receber a pintura no sentido terapêutico-sensorial”, ela explica. A sessão, que costuma durar três horas, inclui o processo de preparação, a pintura e uma sessão de fotos que registram as reações da pessoa depois de se ver pintada, em um momento de descoberta das novidades por ali. Esse registros são divulgados no site da Arte Vivah e o sonho é que virem um livro qualquer hora. Enquanto isso, ela vai recebendo entregas e entregando sensações inéditas por quem passa por ela.

O seu endereço de e-mail não será publicado.