Pode ser que você tenha andado pelas ruas da Cidade Maravilhosa e tenha cruzado com algumas pranchas de surfe completamente desenhadas dentro de redomas de vidro. É a Rio Surfboard Parade, exposição com curadoria do Studio Peixe que foi encomendada pelo WSL (a associação mundial de surfe) para celebrar o 25o ano em que o Rio sedia uma etapa do campeonato mundial. Se você não viu, veja aqui a nossa matéria que te conta tudo sobre o evento, que começou ontem, na Praia da Barra.

Se você andar pelas ruas e se deparar com pranchas pintadas: é a Rio Surfboard Parade

O Studio Peixe foi convidado para fazer uma curadoria de dez artistas genuinamente cariocas que, em comum, são inspirados pela Cidade Maravilhosa, pelo mar e pelo surfe para que eles “Transbordassem seus sentimentos nas pranchas que foram pintadas exclusivamente para a “Rio Surfboard Parade“, conta Nelson Paura, idealizador do projeto. Em lugares estratégicos da cidade, como o Arpoador, Copacabana e a praia da Joatinga, foram expostas essas pranchas customizadas, “Onde o tema Rio 450 se funde com as visões próprias dos artistas e suas percepções sobre a cidade”, conta Nelson.

Foto: Olivia Nachle

Peu Mello, Rafael Uzai, João Paulo Mendonça, Marcelo Macedo Mack, Bruno Big, Alexandre Baltazar, Alexandre Emerick, Guga Zeemann, Bê Sadala e João Queiroga completam o time de peso de artistas convidados a fazerem arte nas pranchas que, nos dias em que rolarem as finais do campeonato, serão expostas no palanque do Oi Rio Pro. “Nas duas pranchas que pintei fiz menções ao Postinho, pico em que surfo desde pequeno, ao surfe, aos animais que convivem conosco, muito verde e símbolos da cidade”, conta João Paulo Mendonça.

Pranchas feitas pelo artista João Paulo MendonçaFotos: Divulgação

O seu endereço de e-mail não será publicado.