Chegar em um país estrangeiro e poder falar a nossa língua é daquelas coisas boas que fazem nos sentirmos em casa. Nada mais acolhedor e familiar do que o bom e velho português. No Brasil estamos cercados por países de línguas espanholas e por vezes nos sentimos solitários com a nossa forma de expressão, mas não podemos esquecer que no mundo estamos presentes em quatro continentes e nove países e não estaremos nunca sozinhos! E é essa interação e senso de pertencimento que o Festival Internacional de Teatro da Língua Portuguesa (Festlip) pretende fomentar nos próximos dias aqui na cidade maravilhosa. Pelo sétimo ano consecutivo o Festlip busca promover este intercâmbio cultural entre países que têm ao mesmo tempo tanto e tão pouco em comum. Brasil, Portugal, Cabo Verde, Moçambique, Angola e Galícia – que apesar de pertencer a Espanha tem como língua oficial o português – serão representados por seus artistas que trarão aos palcos do Rio um pouquinho da história de seu povo e de sua cultura. Usando a arte como instrumento, o objetivo do festival é aproximar estes irmãos de língua e estreitar os laços entre os países.

cplp

Vai ter teatro, música, gastronomia e até oficina de moda para crianças, tudo isso com deliciosos e diversos sotaques do português. Serão oito peças encenadas em diferentes centros culturais da cidade e o destaque este ano vai para a companhia de teatro Mutumbela Gogo de Moçambique, que conta com a colaboração do maravilhoso e renomado escritor, poeta e dramaturgo Mia Couto. Depois de passar por diversos festivais internacionais, o grupo chega ao Rio com seu espetáculo Os meninos de ninguém, que conta a história de crianças que, apesar de viverem em uma das nações mais pobres do mundo, nunca perdem a capacidade de sonhar e criar seus universos particulares. A peça será apresentada nos dias 27 e 28 às 19:30h no teatro SESI do Centro. Como todos os espetáculos serão gratuitos, a boa é chegar meia horinha antes para pegar a senha e garantir o seu lugar na platéia.

meninos de ninguem

E o intercâmbio não para por aí, para quem curte um som de qualidade e pretende dançar até o dia clarear neste sábado a dica é chegar lá no Parque Lage a partir das 21h. A já conhecida festa Disritmia vai ganhar convidados mais do que especiais para apimentar as pistas cariocas. O músicos angolanos Abel Duere e Carlos Negreiros prometem sacudir as nossas raízes com muitos tambores e percussões. É só chegar trazendo leveza e animação, pois a entrada é gratuita.

parque lage

Para os amantes da gastronomia, o tempero de Moçambique vai invadir as mesas do Zazá Bistrô . O chefe Lúcio Vieira preparou um cardápio especial mesclando aromas e sabores brasileiros e moçambicanos em um caldeirão que promete e muito! Já para a criançada a boa é conhecer um pouco mais sobre a moda africana. Vai rolar uma oficina de capulanas muito colorida e divertida. No final, é claro, cada um vai desfilar o seu modelo e poderá levá-lo para casa e para onde mais quiserem os pequenos. A atividade acontecerá no dia 29 às 15h no CACEF que fica no Morro de São Carlos e no dia 30 também às 15h no Parque Lage. Mamães e papais podem ficar tranquilos porque a oficina além de super interessante será gratuita.

Já deu para perceber que não dá para perder essa né?! Então entra lá no site do evento e fique por dentro da programação completa!

O seu endereço de e-mail não será publicado.