É comum morar no Rio e não conhecer tudo que a cidade tem a oferecer. O centro da cidade, além de possuir uma arquitetura belíssima, reúne também bons restaurantes, teatros e centros culturais, alguns mais conhecidos, outros nem tanto. O Centro Cultural da Justiça Federal é um desses.

Muitos não sabem, mas o antigo prédio do Supremo Tribunal Federal foi reaberto, em 2001, como Centro Cultural da Justiça Federal. O processo de restauração respeitou as características históricas da construção, conforme orientação do IPHAN. O belíssimo edifício foi projetado pelo arquiteto sevilhano Adolpho Morales de Los Rios, sendo um dos mais belos exemplares da arquitetura eclética, em voga no Brasil no início do século XX. A construção, iniciada em 1905, destinava-se à Mitra Arquiepiscopal do Rio de Janeiro. Adquirida pelo Governo Federal, foi a sede do Supremo Tribunal Federal, de 1909 a 1960. Com a mudança do STF para Brasília, o prédio foi ocupado, sucessivamente, por varas de Fazenda Pública e pela Justiça Federal. Em 1989, foi interditado, restaurado e reinaugurado em abril de 2001.

Na fachada do prédio, predominam elementos do classicismo francês. As portas, ricas em detalhes referentes à Justiça, foram talhadas pelo artista português Manoel Ferreira Tunes. A escadaria em mármore de Carrara e ferro trabalhado revela o gosto art nouveau.

As janelas retangulares lembram as góticas e as balaustradas remetem ao Renascimento Francês. A Sala de Sessões, o espaço mais suntuoso do edifício, conserva o assoalho original de peroba e pau-roxo. Possui belíssimos vitrais confeccionados pela Casa Conrado Sogenith, de São Paulo. No teto, há dois painéis pintados por Rodolfo Amoedo, um dos mais consagrados artistas da sua geração. (informações retiradas do site do CCJF)

Hoje o prédio abriga o Centro Cultural, aberto a toda a população. Você pode conferir uma das diversas exposições que agitam sempre o lugar, além de saraus e sessões de cinema e teatro. Você também pode simplesmente aproveitar para conhecer a beleza do lugar e tomar um café por lá mesmo. Vale a pena ver de perto um lugar tão incrível, cuidado de maneira impecável.
O CCJF fica na Av. Rio Branco, 241, na Cinelândia, e funciona de terça a domingo, das 12h às 19h. Também é possível fazer uma visita guiada, marcando com antecedência.

 

Claudia D’Elia Fotografia

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.