“Sem paixão não dá nem pra chupar um picolé”, dizia Nelson Rodrigues. Investigações sobre o desejo humano, força que rege o universo criado pelo autor de “A vida como ela é…”, levaram um dos mais requisitados e premiados diretores de publicidade do Brasil para o cinema. Clovis Mello estreia na direção de longa-metragem com “Ninguém ama ninguém… por mais de dois anos”, que verte para a telona contos de Nelson ainda inéditos no audiovisual. O filme chega aos cinemas no dia 19 de novembro, distribuído pela Europa Filmes.

 

Ninguém ama ninguém… por mais de dois anos” investiga a intimidade de cinco casais no Brasil do início dos anos 60. Pelo buraco da fechadura, mergulhamos na convivência íntima de cada um deles para descobrir medos e desejos mais latentes, em uma narrativa intrigante, ágil e bem-humorada sobre a fragilidade das relações afetivas. “Se você nunca foi traído, é comédia. Se já foi traído, é drama”, brinca o diretor, antecipando o tom divertido do filme e sua tentativa de desvendar o que leva às traições.

Ninguém ama Ninguém - Michel Melamed, Pedro Brício e Gabriela Duarte

 

Surpresa – Na pele da audaciosa Elvira, Gabriela Duarte dá início a uma nova fase da carreira, que já contabiliza 32 anos dedicados à atuação. Ela, que já encenou personagens de Nelson Rodrigues na TV, no teatro e no cinema, é um dos destaques do elenco estrelado ainda por Zezeh Barbosa, Julia Lund, Lidi Lisboa, Julianne Trevisol, Branca Messina e Luana Piovani – em participação pontual e decisiva. A trama também conta com Marcelo Faria, Ernani Moraes, Michel Melamed, Pedro Brício, Antônio Fragoso, Thelmo Fernandes e Paulo Reis.

Ninguém ama Ninguém - Gabriela Duarte Pedro Bricio - banho 1-2

Esquenta – A reflexão sobre o desejo humano já rondava o diretor Clovis Mello há algum tempo. Antes da incursão no legado de Nelson Rodrigues, Clovis lançou o curta-metragem “Sildenafil” (2009) baseado em conto de Reinaldo Moraes. Com tom cômico e ótimas atuações de Marilia Medina e Ricardo Petraglia, o filme focaliza um casamento em crise. Foi premiado nos Festivais do Rio, Miami e Toronto.

Ninguém ama Ninguém - Marcelo Faria

Ninguém ama ninguém… por mais de dois anos” tem produção de Raul Doria e Nelson Rodrigues Filho. Adapta para o cinema os contos ‘Coroa de orquídeas’, ‘Rainha de Sabá’, ‘Despeito’, ‘Infidelidade’ e ‘Vendida’ – que integram a série ‘A vida como ela é…’.

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.