Lá vem uma, duas, três.. As ondas não param de vir. Vêm e vão com uma facilidade que não dá pra entender. Passa segundo, passa minuto, passa hora.. E elas continuam nesse ir e vir infinito. Quem nunca se sentiu extremamente inspirado ao olhar pro mar? Bem, foi se deleitando com o movimento do mar de Ipanema que Malu Fatorelli achou inspiração para criar “Clepsidra – Arquitetura Líquida”, exposição que foi inaugurada ontem, na Galeria Laura Alvim,  em Ipanema.

Com curadoria de Glória Ferreira, a mostra traz videoinstalações, gravuras, vídeos e desenhos que remetem à ondulação e ao tempo. A videoinstalação, por exemplo, reproduz na sala de frente pra praia o princípio da clepsidra. Clepsidra, sabe? Aqueles relógios de água do antigo Egito. Lá, Malu usou um vaso cheio de líquido com um pequeno orifício, por onde a água escoe e, assim, permite a criação de uma marcação do tempo.

 

marmalu

 

 

Além dessa, as obras “O lugar do Tempo” (2010), “Panorama da Logoa Rodrigo de Freitas” (2008) e “Suíte Líquida” (2014) vão fazer parte da exibição. Em comum entre as três, essa análise de diferentes percepções e sensações sobre o tempo. Na primeira, a artista produziu uma série de chaves nas quais o segredo delas reproduz o skyline da Lagoa e uma delas serve de base para uma projeção sobre uma tela-mesa, sobre a qual uma fonte luminosa se movimenta, criando sombra e reflexo que aludem a uma espécie de relógio do sol.

Em “Panorama”, Malu usou da incidência da luz projetada por doze chaves em círculo para trazer a paisagem de outro bairro para dentro da galeria. Em “Suíte Líquida”, mais uma vez a ideia de tempo é colocada através do uso de uma ampulheta especial, em que uma água azul escorre sobre tiras de papel japonês, da parede ao chão, e forma desenhos incontroláveis, de acordo com as condições de umidade e temperatura. Qualquer semelhança com o mar não é mera coincidência. Assim como a série de treze desenhos “Espaço sobre o Tempo”, que têm como ponto de partida, de novo, ele, o Mar de Ipanema.

Ficou com gostinho de quero mais? Só chegar na Galeria Laura Alvim e viajar nesse mundo infinito de tempo e mar.

 

De terça a domingo, de 13 às 21 horas

Local: Galeria Laura Alvim – Casa de Cultura Laura Alvim

Av. Vieira Souto, 176 – Ipanema Entrada Franca

 

 

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.