Visualismo Arte Tecnologia e Cidade foi criado como um meio de discutir o futuro dos espaços da coletividade hoje. Pensar as cidades e suas múltiplas formas de apropriação é um dos principais desafios do projeto, cuja primeira edição acontece na Cidade Maravilhosa. A iniciativa é dividida em etapas, começando com o Seminário Visualismo Arte Tecnologia e Cidade, com acesso gratuito, entre 8 e 10 de julho, que discute os desafios da apropriação do espaço público e as perspectivas do suporte tecnológico para manifestações artísticas. Simultaneamente ao Seminário, o Laboratório VisualismoLab proporciona aos artistas uma imersão coletiva com especialistas. Em setembro, o Festival Visualismo, última etapa do projeto, vai apresentar obras desenvolvidas pelos selecionados e convidados em importantes espaços públicos da cidade – Praça Mauá, Parque Madureira e Central do Brasil.

 

O Seminário é aberto ao público e conta com a participação da artista plástica e arte-educadora Regina Silveira, do escritor Erik Felinto, do curador e pesquisador de cinema Gabriel Menotti, do professor de filosofia Peter Pál Pelbart, do filósofo Nelson Brissac Peixoto, do artista visual e pesquisador Jorge Menna Barreto, da artista e professora Giselle Beiguelmam, e dos artistas Eder Santos, Maurício Dias e Walter Riedweg, além da mediação de Paulo Herkenhoff, diretor cultural do MAR, e de Lisette Lagnado, diretora da Escola de Artes Visuais do Parque Lage.  As inscrições estão abertas no site www.visualismo.com.br, que apresenta ainda a programação completa do Seminário.

visualismo

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.