Recriar os tradicionais espaços que lançavam projetos de samba, como o Cacique de Ramos, Zicartola e tantos outros, mas com um novo perfil. Esse é o objetivo do projeto da produtora Sonata Cultural, o Enquanto Houver Samba. Artistas de diferentes nichos do samba promoverão um grande encontro no palco e convidarão os representantes da Velha Guarda para dar a sua benção, mesclando lançamentos e clássicos do gênero. Na estreia, que acontecerá no Samba Luzia, os integrantes são Monarco, Tantinho da Mangueira, João Martins, Andre da Mata, Késia Estácio, Renato da Rocinha, Stephanie Serrat e Tomaz Miranda. O projeto, que rodará o Rio de Janeiro nas tradicionais casas de samba da cidade e nas lonas culturais, terá seu primeiro show nesta sexta-feira, dia 27.

 

No repertório, músicas que integram o repertório de cada um deles, mescladas com grandes sucessos do samba. O Monarco e o Tatinho, por exemplo, entrarão cantando “Velhas Companheiras” e alternarão com clássicos como “O Quitandeiro”, “Lenço”, “Coração em Desalinho” e “Tudo Menos Amor” (Monarco), e “Boa Noite”, “Voz do Morro”, “Pobre Milionária” e “Eu Vou Subir Tia” (Tantinho da Mangueira).

Enquanto Houver Samba (1)

Serviço

Enquanto Houver Samba

Data: 27/11/2015

Local: Samba Luzia (Avenida Almirante Silvio de Noronha, 300 – Centro – RJ)

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado.