23 – 29/04 – festival LAPALÊ celebra cultura da Lapa

22 de abril de 2015

Considerada o berço da boemia carioca, a Lapa se tornará palco de uma grande celebração da cultura local nos dias 25 e 26 de abril. Em comemoração ao centenário da criação do “mito boêmio” e aos 450 anos do Rio, a região receberá, pela primeira vez, o Festival Lapalê, que engloba uma Feira Literária, o fórum aberto Falapa e a mostra de cinema Lapavê, além de atrações musicais (Lapa Sonora), passeios com historiadores, entre outras programações especiais ao longo do fim de semana.

Lapale - Credito Felipe Varanda (4) baixa

Com curadoria de Leo Feijó, Julio Silveira, Chris Lima, Luiz Nascimento, Joana Henning e Marcio Brow Marques, o Festival Lapalê promoverá o encontro de editoras, escritores, pensadores, historiadores e artistas durante a semana em que se comemora o Dia Mundial do Livro. Ao reunir 30 editoras com publicações dedicadas à história do Rio, à arte, e à cultura brasileira nos Arcos, e promover lançamentos e debates, o Festival Lapalê pretende gerar entusiasmo, reflexões e ações sobre o constante processo de transformação urbana e cultural vivenciado pela Lapa. A programação ocorrerá na Praça Cardeal Câmara – Arcos da Lapa – RJ e Espaços Culturais da Lapa. O projeto é patrocinado pela Secretaria Municipal de Cultura do Rio.

Hoje, o bairro recebe mais de 50 mil pessoas, durante os fins de semana, atraídas pela música, dança, festa e por alguns dos principais ícones do patrimônio histórico do Brasil. “A ideia é que esta seja a primeira edição do festival. Queremos colocar o LapaLê no calendário de eventos anuais da cidade. A Lapa tem potencial para isso”, comenta Léo Feijó.

Um dos destaques da programação do Festival Lapalê é o Tour Histórico-Cultural. A agência Rios de História, especializada em Rio Antigo, realizará um passeio guiado no bairro, visita a casas de escritores que viveram na Lapa e um roteiro sobre os bares tradicionais. Estes estabelecimentos estão sob cuidados do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH). Será realizado também o IX Tweed Ride RIO – Edição Outono, passeio ciclístico à moda antiga, em uma parceria com o projeto Ciclista Aprendiz, onde será feito um trajeto (ciclístico) poético musical a ser percorrido pela Lapa. A concentração será no domingo, 26 de abril, às 14h, na Praça dos Arcos.

O projeto também vai promover um concurso literário que selecionará contos e ensaios sobre o bairro para a “Antologia da Lapa”. A obra escolhida será publicada pela Ímã Editorial. Os interessados devem se inscrever até o dia 31 de março, no site do Festival Lapalê, e os selecionados participarão da Mesa de Literatura do Falapa, no dia 26 de abril. Além disso, haverá uma programação especial na Sede das Cias, com o #1MOL, espaço de trocas, discussões e ações desenvolvidas a partir das temáticas do mês, que acontece todas as terças, às 20h. O evento recebe convidados de áreas variadas para estimular a interação e fomentar encontros não previstos.

Além disso, a mostra Lapavê exibirá filmes relacionados à história do bairro, como “A Farra do Circo”, de Roberto Berliner e Pedro Bronz, e “L.A.PA.”, de Cavi Borges e Emílio Domingues. O Falapa(Fórum Aberto da Lapa) promoverá encontros e debates sobre a região entre escritores, arquitetos, urbanistas, músicos, jornalistas, historiadores, designers e gestores públicos.

“O Lapalê reverencia o bairro, que, desde a construção dos Arcos da Lapa, é, por excelência, o local de construção e reconstrução da identidade carioca. Celebrar a nossa literatura nesse berço de carioquice é muito simbólico e reforça a rica base cultural da boemia carioca”, afirma o Secretário Municipal de Cultura Marcelo Calero.

De acordo com Leo Feijó, o festival foi criado para discutir o modelo atual de organização do território, da governança e aproveitar o potencial da economia criativa da Lapa. A região viveu diversas transformações nos últimos 100 anos, tornando-se um dos maiores destinos boêmios e efervescentes do país.

“A Lapa é um dos principais centros de produção cultural do Brasil e um destino turístico conhecido no mundo todo. É comparada ao Pão de Açúcar e ao Corcovado. Com o Festival Lapalê, vamos reforçar a relação do bairro com a literatura e comemorar os 450 anos do Rio no coração da cidade, onde a cultura se expressa intensamente, com todo o entusiasmo carioca”, afirma Feijó.

O evento contará com a participação de espaços do entorno durante o dia, como Cinema Nosso, Galeria Scenarium, Casa Nuvem, La Paz, Semente, Plano B, Sede das Cias, Teatro Odisseia e a Casa de Choro, que será inaugurada durante o evento. As atrações terão preços populares, ampliando o acesso à cultura e atraindo moradores, trabalhadores e frequentadores do território. Será distribuído um mapa da região, indicando os endereços e a programação completa.

convite_abertura_lapale

PROGRAMAÇÃO – FESTIVAL LAPALÊ – 23 a 29 de abril

Quinta, 23 de abril, 19h – Festa de Abertura

Em comemoração ao Dia Internacional do Livro e ao Dia Nacional do Choro, haverá apresentação do grupo Espírito do Choro, lançamento da antologia sobre a Lapa e pré-lançamento do livro “O som do vinil”, de Charles Gavin, ambos pela Ímã Editorial, além de discotecagem com vinil e música brasileira com Charles e o DJ Zé Octávio.

Local: Teatro Odisseia

Entrada Franca

Sábado, 25 de abril, 10h às 19h

10h – Tour literário com o Rios de História: arquitetura, monumentos, história, visita às antigas residências de escritores que viveram na Lapa, bares tradicionais cafés literários (atividade gratuita) – Ponto de Encontro: Tenda Lapalê / Grátis

11h Feira Literária na Praça dos Arcos – editoras, sebos, artistas, designers e lojas das instituições culturais da região da Lapa mostram suas produções – Praça dos Arcos

11h – Heloisa Fischer – performance de set list de música clássica, na Praça dos Arcos

11h – Residência artística de processo criativo de espetáculo baseado no livro “Cosmocômicas”, na Sede das Cias

11h30 – Tour literário com o Rios de História em bares tradicionais – Ponto de Encontro: Tenda Lapalê / Grátis

13h- Lançamento / Autógrafo livro infantil “A estrelinha negra” de Cris Macena, na Multifoco Bistrô

Lançamento / Autógrafo do livro “Dez, nota dez! Eu sou Carlos Imperial” de Denilson Monteiro, na Blooks – Praça dos Arcos

13h – Performance do DJ Zé Octávio – Tenda Lapalê – Praça dos Arcos

14h – Ocupação Musical do Movimento “Cultura Salve Lapa”, com Leo Barata & Gabu, Mc’s Dom Negrone , Aori , Jota , Gil Metralha e WF, Dj’s: Zezinho , Marcelinho MG , Goranmo, a dupla Baré & Mouchoque e Kong Mc Funkero, Dj’s Kymbo e Marcelinho MG Exposição de Vinil, com expositores Tropica Wax & Flavio Cesar – Escadaria Selarón

14h – Lançamento / Autógrafo “Qtais” de Luis Turiba, na 7 Letras – Praça dos Arcos

14h – Abertura com Marcelo Calero, Secretário Municipal de Cultura e Presidente do Comitê Rio 450 – na Fundição Progresso

14h30 – Falapa (Fórum de Debate) – “A Lapa está voltando a ser o ponto maior do mapa – História, Patrimônio, Urbanismo e Governança na Lapa” na Fundição Progresso, com Marcelo Calero, Washington Fajardo, Nireu Cavalcanti, Tiago Cesário Alvim e Marcus Faustini

14h30 – Lançamento / Autógrafo do livro “Monobloco: uma biografia” de Leo Morel, na Azougue – Praça dos Arcos

15h - Lançamento / autógrafo do livro “Heróis da Guitarra”, de Leandro Souto Maior e Ricardo Schott – Tenda Lapalê

16h – Lançamento / autógrafo “Aconteceu na Lapa: novela carioca em quadrinhos, de Luís Pimentel e Amorim – Tenda Lapalê e do livro “Lapa 2000 – memórias de um produtor musical”, de Lefê Almeida (in memoriam)

16h – Rio Maracatu – Cortejo do grupo musical na Praça dos Arcos

16h – Falapa (Fórum de Debate) – “A Lapa de hoje e a Lapa de outrora que revivemos agora – Place Branding, Design e Território”, com Chris Lima, Paula de Oliveira Camargo e Raquel Goulart, na Fundição Progresso

16h – Lapa Sonora – Show de Marcello Magdaleno, no Sarau

17h – Show e sessão de autógrafos com Zé Paulo Becker, Jacinto Correa e Maria Rezende (Lançamento do livro “Carne do Umbigo”), no Semente

17h – Falapa (Fórum de Debate) -“Foi na Lapa que eu aprendi a ler, foi na Lapa que eu cresci”, com Luiz Alberto Simas, Carla Branco (mediadora), Marcelo Mendes e Eliane Costa, na Fundição Progresso

17h – Lapavê – Mostra de Filmes no Cinema Nosso – Sessão 1 (ingressos: R$ 2) Rua do Rezende 80 | 2505-3300 20h – Mostra de Filmes no Cinema Nosso – Sessão 2 (ingressos: R$ 2) Rua do Rezende 80 | 2505-3300

18h – Falapa (Fórum de Debate) – “Lapa, minha Lapa boêmia, a lua só vai pra casa depois do sol raiar – Música na Lapa Ontem e Hoje”, com Lefê Almeida (in memoriam), João Cavalcanti, Lencinho e Charles Gavin, na Fundição Progresso

18h – Lapavê – “Filme Eis A Lapa” (R$ 2) no Cinema Nosso

19h40 – Lapavê – Filme “Eu sou Assim – Wilson Batista” curta-metragem (R$ 2) no Cinema Nosso

20h30 – Lapavê – Filme “L.A.P.A” (R$ 2) no Cinema Nosso

21h50 – Lapavê – Filme “Rainha Diaba” (R$ 2) ) no Cinema Nosso

Domingo, 26 de abril, 10h às 19h

11h – Feira Literária na Praça dos Arcos – editoras, sebos, artistas, designers e lojas das instituições culturais da região da Lapa mostram suas produções (descontos definidos por cada expositor).

14h – Tweed Ride RIO (passeio ciclístico à moda antiga). Ponto de Encontro: Tenda Lapalê. (Material: mapa, envelope, lápis de cor, canetas, bicicletas, equilíbrio e imaginação. Figurino: Trajes de época que relembrem as décadas de 1930, 40 e 50)

14h30 – Falapa (Fórum de Debate) – “O Bairro das Quatro Letras – A Lapa escrita e a Lapa dos escritores”, com Marcelo Moutinho, Henrique Rodrigues e autores da antologia Lapalê — Para ler a Lapa, na Fundição Progresso

15h – Show do Marcos Sacramento, no Bar Sarau

15h – Lançamento do livro“Dos cafés parisienses aos botequins cariocas”, de Wanda Vilhena, na barraca Lapalê e Lançamento do livro “Eu sou Trezentos, Mário de Andrade Vida e Obra”, de Eduardo Jardim, na barraca da Edições de Janeiro

16h – Falapa (Fórum de Debate) – “Um Café Zurrapa no Largo da Lapa – Os botequins e a boemia na identidade carioca”, com Paulo Thiago de Mello, Alfredo Herkenhoff, Wanda Vilhena Freire e Zé Octávio Sebadelhe, na Fundição Progresso.

16h – Lapavê – Curta “Postal da Lapa” (R$ 2) no Cinema Nosso

16h15 - Lapavê – Filme “A Farra do Circo” (R$ 2) no Cinema Nosso

16h – Monte Alegre Hot Jazz Band (gratuito) – Praça dos Arcos

17h – Show Marcos Sacramento (gratuito) – Sarau Bar (em frente ao painel de grafite da Lapa)

17h – Falapa (Fórum de Debate) – “Sonhei que a Lapa bohemia dos meus cabarés voltava trazendo de novo a cidade aos seus pés – A liberdade de opção sexual e a realidade na Lapa de ontem e de hoje”, com “Mãe” Luana (AGENTTE)e Dra. Rita Colaço (advogada e historiadora), na Fundição Progresso.

18h – Falapa (Fórum de Debate) – “Quem faz a LAPA viver…é nós! – As dores e delícias de viver e trabalhar na Lapa”, com Paulo Magalhães (Cientista social pela Universidade Federal Fluminense), Luis Claudio Vasquez, subprefeito do Centro e Leo Barata (Morador da Lapa e organizador do movimento Cultura Salve Lapa), na Fundição Progresso

18h – Autógrafos/Lançamentos na Praça dos Arcos

18h20 - Lapavê – Curta “Rio Film School” (R$ 2) no Cinema Nosso

18h40 - Lapavê – Filme “Madame Satã” (R$ 2) no Cinema Nosso

Quarta, 29 de abril, às 20h

Festa oficial de encerramento do Festival Literário da Lapa com show de Marcos Sacramento. Local: Semente. Entrada: R$30

Sigam @cariocadna no Instagram

Comentários no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Web development Somar
|
Design Radiográfico